Por Alisson, PR7GA, com informações de Edinei Silva PU8WES

Com o intuito de contribuir com os Órgãos de Segurança Pública de sua região, a Associação de Radioamadores do Tapajós, da cidade de Santarém, interior do Pará, firmou parceria voluntária com o 18º Batalhão de Polícia Militar do Pará, localizado na cidade de Monte Alegre, próxima a Santarém, no intuito de melhorar a estação e as comunicações via rádio daquele agrupamento militar. 

No último dia 18 de maio, esteve visitando aquele batalhão o presidente da ART o colega Edinei, PU8WES, para num primeiro momento tentar identificar os possíveis problemas e soluções. De posse dessas informações, foram destacados outros três colegas para resolver os problemas identificados na semana seguinte, no dia 25/05.  Eles então efetuaram inúmeras correções na Comunicação via Rádio usada pelos policiais. 

Utilizando seus equipamentos e de sua experiência, os colegas conseguiram identificar  e sanar alguns problemas simples e assim melhorar a estação Central que fica localizada dentro do 18º BPM, chamado de Batalhão Gurupatuba, que serve e dá apoio não só a Monte Alegre, como também a outras cidades vizinhas no entorno. 

Estiveram presentes o Vice-Presidente Valdir PU8WVL, Leandro PU8YLD e Eliank PU8YEE. Após a conclusão da manutenção, a estação do batalhão conseguiu contatos distantes via Rádio VHF, confirmando a resolução dos problemas. Como exemplo, foi feito com sucesso contato entre Monte Alegre e Santarém, distantes quase 100 km em linha reta. 

Este é mais um exemplo do valor que o radioamadorismo pode agregar aos órgãos governamentais para melhor servirem à sociedade. Em nome da ECRA, damos os parabéns aos colegas da Associação de Radioamadores do Tapajós por mais um serviço prestado com êxito para defender e ajudar a sociedade. E parabéns ao 18º BPM do Estado do Pará, que soube aproveitar os colegas radioamadores para contribuir na melhoria de suas comunicações via rádio, na pessoa do Major Valério Ferreira, seu Comandante.

Adendo: Aqui próximo, numa cidade do interior do RN, também temos um exemplo do trabalho voluntário de um grupo de radioamadores. Entre um um contato e outro, esta turma de colegas se reúne para resolver pequenos problemas na área de radiocomunicação do destacamento policial de sua cidade, como por exemplo, solda em conectores e cabos de microfone, configuração de rádios, instalação de cabos coaxiais e antenas de viaturas, e até mesmo uma antena foi feita para uso no repetidor da polícia. 

Fica a dica: que tal, você colega radioamador ou operador da faixa do cidadão, que vive em uma pequena cidade, apresentar-se voluntariamente à polícia ou outro órgão público que utilize radiocomunicação e oferecer seus serviços e experiência como radioperador? Certamente temos muito a oferecer, mas muitas vezes ninguém sabe disso!

Fonte: texto publicado via Facebook

Receba em seu celular e em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!

Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB

4 Comentários

  1. Parabéns pela nobre iniciativa, afinal, quando as comunicações falharem, ou faltar, o Radio fará a diferença, forte 73!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Siga o QTC da ECRA no Instagram

Clique aqui para seguir o QTC da ECRA no Instagram