Por Alisson, PR7GA

Lamentavelmente, após a ponderação e o bom-senso terem prevalecido no caso do bloqueio aos perfis de radioamadores russos no site QRZ.COM, novamente os colegas da Rússia e da Bielorrússia (Belarus) sofrem sanções desproporcionais e injustas.

A Sociedade de Rádio da Grã Bretanha, a RSGB, representante do radioamadorismo britânico junto à IARU, publicou nota hoje (04/03/2022) na qual comunica o banimento de todos os radioamadores russos e bielorrussos de todos os eventos promovidos ou organizados pela entidade. 

Como justificativa, a entidade britânica evoca o alinhamento com organismos esportivos internacionais, os quais baniram os esportistas destes dois países de competições internacionais, como ocorreu com a FIFA na área do futebol e o COI, Comitê Olímpico Internacional. 

Veja na íntegra uma versão traduzida do comunicado:

Declaração RSGB: a Federação Russa e a Bielorrússia

A postura normal que se espera do radioamador é que ele seja apolítico. No entanto, é evidente que as ações recentes tomadas pela Federação Russa e seus militares cruzaram uma linha e o RSGB não pode, neste caso, permanecer neutra.

A política da RSGB é que acompanhemos as ações dos principais órgãos desportivos em relação a todas as atividades de natureza competitiva, como concursos e ARDF [Amateur Radio Direction Finder, competição no estilo "caça à raposa"]. Portanto, os radioamadores russos e bielorrussos estão a partir de agora impedidos de participar de qualquer evento organizado/patrocinado pelo RSGB.

A política da RSGB em atividades comerciais é que nos absteremos de negociar com a Rússia e a Bielorrússia até nova ordem.

Para os Concursos RSGB, até nova ordem, todos os logs recebidos de estações na Federação Russa ou Bielorrússia serão tratados como checklogs.

Fonte: https://rsgb.org/main/blog/news/gb2rs/headlines/2022/03/04/rsgb-statement-the-russian-federation-and-belarus/


Embora a Rússia e a Bielorrússia atualmente sejam como párias no esporte, banidos de quase todas as competições mundo afora, a RSGB "esquece" que o mesmo COI recomendou que a proibição da participação de russos e bielorrussos não seja absoluta, já que estes atletas individuais ou equipes podem ser admitidos nas competições, desde que de forma neutra e sem representar os seus países. Confira o comunicado oficial do Comitê Olímpico Internacional:




Como dissemos em relação à atitude irresponsável do site QRZ.COM, reforçamos novamente agora com relação à RSGB:

Isto fere de morte os mais básicos princípios do radioamadorismo. Vai contra o espírito de nossos pioneiros. Vai contra a ética e o respeito com que devemos tratar até mesmo aqueles contra os quais lutamos guerras, sejam reais ou ideológicas. 


O apelo da União de Radioamadores da Rússia

A CRR, entidade que representa o radioamadorismo russo, também emitiu nota no dia anterior, em 03/03/2022, em que pede que os radioamadores do mundo e seus líderes tenham consideração com seus compatriotas. Veja:

Apelo da CRR à União Internacional de Radioamadores e suas organizações-membro nacionais

Caros colegas!

Em nome dos radioamadores russos, apelamos a todos os radioamadores do mundo e seus líderes - chefes de organizações nacionais.

Desde a sua formação em 1992, a União Russa de Radioamadores aderiu consistentemente à legislação nacional no campo das comunicações, aos princípios e ao espírito do radioamadorismo e, desde a adesão à IARU em 1994, à Constituição da IARU.

Nas últimas décadas, o mundo experimentou uma série de conflitos militares envolvendo os Estados Unidos, a OTAN e seus aliados na Iugoslávia, Iraque, Líbia, Afeganistão e vários outros países. Porém, nunca, não importa de que lado o estado russo esteja neste ou naquele conflito, a União de Radioamadores da Rússia permitiu-se tomar qualquer ação hostil em relação aos radioamadores e organizações de radioamadores dos países participantes dos conflitos.

E agora esperamos dos radioamadores e das organizações nacionais de radioamadores a mesma atitude responsável que eles mesmos adotaram durante essas três décadas.

Cada um de nós, enquanto estivermos fora do ar, podemos expressar nossas próprias opiniões sobre o que está acontecendo atualmente na Ucrânia. Porém, hoje podemos e devemos demonstrar ao público que os radioamadores são uma comunidade de pessoas que se tratam com respeito, independentemente de crenças políticas, religião e nacionalidade. O serviço de radioamador promove a comunicação mútua e a amizade entre as pessoas. É isso que a liderança da IARU enfatiza em seu apelo datado de 28 de fevereiro de 2022.

A história mundial, incluindo a história do radioamadorismo, conhece muitos exemplos em que ações hostis e boicotes apenas agravaram os conflitos. Ao mesmo tempo, foram os radioamadores que muitas vezes socorreram vítimas de desastres e emergências, fornecendo comunicação e, assim, salvando a vida das pessoas.

Em conexão com os eventos na Ucrânia, a União Russa de Rádio Amador convida radioamadores e organizações de radioamadores - membros da IARU a permanecerem fiéis às tradições do radioamadorismo: abster-se de atos passionais precipitados usando o rádio em qualquer uma de suas manifestações, de forma a não perder o contato uns com os outros, mostrar sabedoria e respeito mútuo e, assim, contribuir para a rápida resolução da situação.

União de Radioamadores da Rússia.


Felizmente, nossa representante mundial, a IARU, publicou em seu site uma importante e oportuna declaração que fazemos questão de traduzir e divulgar:

A IARU é uma organização apolítica focada na promoção e defesa do radioamadorismo e dos serviços ligados ao radioamadorismo. O serviço de radioamador diz respeito à autoinstrução nas comunicações e amizade entre as pessoas.


Desde quando se punem inocentes indistintamente pelo erro de uns poucos?


Medidas extremas, infundadas e sem alvo definido acabam por punir apenas inocentes, e ainda por cima, trazendo uma marca indelével que permanecerá por muitos anos após o fim dos conflitos. 

Caro radioamador, responda para si mesmo: com que cara um radioamador inglês poderá manter um QSO com um radioamador russo ou bielorrusso a partir de agora? Ou será que nossas faixas espelharão o conflito inútil que hoje faz sangrar um país inteiro? Será que haverá uma reconciliação possível com toda a mágoa que isto gerará nos que, como nós no ocidente, desprezam e se contrapõem às ações de seu detestável líder Putin?

Com a palavra, nossos colegas britânicos, e, em especial, os líderes que juntos tomaram esta triste ação.






Receba em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!

Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB
Ou siga o QTC da ECRA no Twitter: TWITTER.COM/QTCECRA

1 Comentários

  1. Um hobby não polilítico, uma comunidade relativamente pequena no mundo, sendo triztemente e infelizmente fatiada por cabeças radicais e míopes...
    A decisão do QRZ (mesmo com a reconsideração) custará caro para todos e agora essa para piorar... Nós arcaremos com as consequências, quando deveríamos ter cada vez mais união em prol do fortalecimento do radioamadorismo mundial.
    É uma pena.
    73 Edu, py2wq

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!