QTC INTEGRAÇÃO – 11ª ed./2019
Em 29/05/2019


Neste momento entra no ar a estação PR7CP – CLUBE DE RADIOAMADORES DE CAMPINA GRANDE, na transmissão de seu informativo QTC JUNTOS SOMOS MAIS, edição Nº 11 de 2019. Hoje, 29 de Maio de 2019.

Pedimos aos colegas que deixem a frequência livre por alguns minutos, a fim de que possamos fornecer algumas informações de interesse daqueles que têm no radioamadorismo o seu principal hobby. 

O QTC da ECRA é transmitido todas as quartas feiras às 19h através dos repetidores do Sistema Paraibano de VHF do CRCG, nas frequências: 145.330Mhz, 147.150Mhz e 147.390MHz. Pelo Echolink, você também pode ouvir o QTC através da estação PR7GA-L. Em 40m, também estamos transmitindo em 7.060KHz. Ouça também o QTC simultaneamente via FACEBOOK, no endereço QTCAOVIVO.ECRA.CLUB

Além destas QRGs, também estamos sendo retransmitidos nas seguintes frequências e QTHs:


146.890 Aldeia, Camaragibe PE

147.300 Igarassu PE
147.090 São Caetano PE 
145.410 Ipojuca PE

439.850 Serra do Jundiá, Vicência PE

ESPAÇO DE CAMBIO

Hoje, operando PR7CP, Alisson Teles, titular de PR7GA.

Memorize no seu rádio a FNC, a Freqüência Nacional de Chamada, para contatos de emergência e outros. FM SIMPLEX: 146.520 MHz.

Saudações aos ouvintes, em especial aos radioamadores, aos PX’s, aos internautas, aos corujas e à escuta oficial da ANATEL e da LABRE, que nos acompanham durante a transmissão deste Boletim Informativo. Durante esta transmissão, abriremos espaço para a ANOTAÇÃO dos colegas ouvintes e no final, facultaremos a palavra para todos os que desejarem fazer uso da mesma. Algum colega na escuta para anotação de seu indicativo?





MANCHETES DE HOJE DO QTC DA ECRA 29/05/2019
QTCAOVIVO.ECRA.CLUB
Notícias do Sertão com PY7PR
Radioamadores do Pará se reúnem para melhorar sistema de rádio da polícia
Código morse completa 175 anos e ainda em pleno uso
A Importância de um BOM sistema irradiante, Parte 1 - Introdução

DXpeditions: é preciso ir além do radioamadorismo
Escoteiros em AÇÃO!
Como confeccionar seu próprio cartão QSL
Concurso BSB VHF começa na próxima semana

Próximos encontros: Caruaru 09/06 e Caicó 06-07/07






























Notícias do Sertão com PY7PR


Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?


Radioamadores do Pará se reúnem para melhorar sistema de rádio da polícia
Por Alisson, PR7GA, com informações de Edinei Silva PU8WES

Com o intuito de contribuir com os Órgãos de Segurança Pública de sua região, a Associação de Radioamadores do Tapajós, da cidade de Santarém, interior do Pará, firmou parceria voluntária com o 18º Batalhão de Polícia Militar do Pará, localizado na cidade de Monte Alegre, próxima a Santarém, no intuito de melhorar a estação e as comunicações via rádio daquele agrupamento militar. 

No último dia 18 de maio, esteve visitando aquele batalhão o presidente da ART o colega Edinei, PU8WES, para num primeiro momento tentar identificar os possíveis problemas e soluções. De posse dessas informações, foram destacados outros três colegas para resolver os problemas identificados na semana seguinte, no dia 25/05.  Eles então efetuaram inúmeras correções na Comunicação via Rádio usada pelos policiais. 


Utilizando seus equipamentos e de sua experiência, os colegas conseguiram identificar  e sanar alguns problemas simples e assim melhorar a estação Central que fica localizada dentro do 18º BPM, chamado de Batalhão Gurupatuba, que serve e dá apoio não só a Monte Alegre, como também a outras cidades vizinhas no entorno. 


Estiveram presentes o Vice-Presidente Valdir PU8WVL, Leandro PU8YLD e Eliank PU8YEE. Após a conclusão da manutenção, a estação do batalhão conseguiu contatos distantes via Rádio VHF, confirmando a resolução dos problemas. Como exemplo, foi feito com sucesso contato entre Monte Alegre e Santarém, distantes quase 100 km em linha reta. 

Este é mais um exemplo do valor que o radioamadorismo pode agregar aos órgãos governamentais para melhor servirem à sociedade. Em nome da ECRA, damos os parabéns aos colegas da Associação de Radioamadores do Tapajós por mais um serviço prestado com êxito para defender e ajudar a sociedade. E parabéns ao 18º BPM do Estado do Pará, que soube aproveitar os colegas radioamadores para contribuir na melhoria de suas comunicações via rádio, na pessoa do Major Valério Ferreira, seu Comandante.

Fonte: texto publicado via Facebook

Adendo: Aqui próximo, numa cidade do interior do RN, também temos um exemplo do trabalho voluntário de um grupo de radioamadores. Entre um um contato e outro, esta turma de colegas se reúne para resolver pequenos problemas na área de radiocomunicação do destacamento policial de sua cidade, como por exemplo, solda em conectores e cabos de microfone, configuração de rádios, instalação de cabos coaxiais e antenas de viaturas, e até mesmo uma antena foi feita para uso no repetidor da polícia. 

Fica a dica: que tal, você colega radioamador ou operador da faixa do cidadão, que vive em uma pequena cidade, apresentar-se voluntariamente à polícia ou outro órgão público que utilize radiocomunicação e oferecer seus serviços e experiência como radioperador? Certamente temos muito a oferecer, mas muitas vezes ninguém sabe disso!


Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?

Código morse completa 175 anos e ainda em pleno uso
Por Alisson, PR7GA

A primeira mensagem enviada pelos pontos e traços do código Morse foi transmitida a partir de Washington, DC, para Baltimore numa sexta-feira, 24 de maio de 1844 - há 175 anos. Foi a primeira vez na história humana que ideias puderam ser comunicadas a longas distâncias quase instantaneamente.  Até então, as únicas formas de se comunicar à distância eram enviar mensagens codificadas através de tambores, sinais de fumaça ou sistemas de bandeirolas, ou através da imprensa.

Samuel FB Morse inaugurou a era da informação. Ele inventou o telégrafo elétrico em 1832, mas só seis anos depois ele padronizou um código para se comunicar através de fios telegráficos. Em 1843, o Congresso concedeu-lhe 30 mil dólares para construir uma linha telegráfica unindo a capital do país e a vizinha Baltimore, e por meio dela ele transmitiu a frase que se tornaria célebre: "what hath god wrought". 

Naquela época, o telégrafo dependia de fios elétricos, mas no final do século 19, o aparecimento do rádio revolucionou a telegrafia, que poderia ser transmitida sem os fios. A indústria naval apreciou sobremaneira a inovação, ao ponto de ser promulgada uma lei em 1910 que exigia a presença dos moderníssimos rádios em qualquer navio que navegasse em águas americanas.

Depois que o Titanic afundou em 1912, um acordo internacional foi mais além, pois exigia que alguns navios mantivessem pessoas para monitorar sinais de socorro 24h por dia, além de definir que o sinal SOS seria o padrão para declarar pedido de socorro. Somente em 1995 a Guarda Costeira descontinuou este monitoramento, seguido pelos demais navios em 1999. Mesmo assim, a Marinha dos EUA ainda mantém marinheiros aptos a ler, enviar e receber código Morse até hoje. Aviadores também usam código Morse, embora só agora os beacons que transmitem 24h por dia estejam sendo desligados. Mas entre nós, os radioamadores, o código morse continua vivo e despertando curiosidade e novos adeptos até hoje.

Talvez a história mais conhecida envolvendo o código Morse tenha sido a do piloto da marinha Jeremiah Denton, quando esteve aprisionado durante a guerra do Vietnã. Em 1966 Denton foi obrigado pelos vietcongues a dar uma entrevista na TV sobre seu tratamento para disfarçar as condições desumanas sob as quais estava sendo mantido. Enquanto a câmera focalizava seu rosto e ele falava que estava feliz por se bem tratado, ele começou a piscar os olhos para, em código morse, transmitir a palavra “tortura”, confirmando pela primeira vez os temores dos EUA sobre o tratamento dos membros do serviço mantidos em cativeiro no Vietnã do Norte.

Mesmo hoje em dia, onde smartphones e redes sociais tornam a comunicação extremamente simples, o código morse tem ajudado pessoas com dificuldades de comunicação a expressarem suas ideias. Há relatos de pacientes severamente debilitados que conseguem utilizar o morse para se comunicarem. Até o próprio google mantém um teclado morse que pode ser instalado em qualquer celular Android de forma a poder ser utilizado dessa forma.

Por essas e outras questões, com muita alegria damos os parabéns a todos os telegrafista do mundo, e em especial, a todos os radioamadores que mantém até hoje o primeiro código binário da história da humanidade e a mais simples forma de comunicação à distância que existe. Viva o Morse!




Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?





A Importância de um BOM sistema irradiante, Parte 1 - Introdução
Por Alisson, PR7GA

Provavelmente a grande maioria dos radioamadores e operadores da Faixa do Cidadão sonham em comprar rádios modernos, cheios de recursos úteis como VFO duplo, filtros diversos e ajustáveis para folia e CW, diversos modos de transmissão e conexão com computador, dupla recepção, etc. Óbvio que, havendo "areia no caminhãozinho" e/ou real necessidade destes recursos, um rádio moderno terá sempre uma grande utilidade em nossas estações.

Porém, poucos se lembram que, após o rádio, o próximo elo da corrente que se chama RADIOCOMUNICAÇÃO chama-se SISTEMA IRRADIANTE. É definido como os diversos componentes de uma estação que permitem transformar toda a RF produzida no rádio em ondas eletromagnéticas que irão viajar na atmosfera (ou fora dela) e fazer a festa do radioperador. Simplificando, trata-se das antenas e cabos coaxiais.

Fazendo uma analogia simples, se o rádio é o motor de uma estação, o sistema irradiante é o conjunto câmbio-suspensão-rodas. Continuando na analogia, muitos pensam que o motor em si encerra toda a potência de um carro, mas se o motor não estiver acoplado a um cambio-suspensão-rodas eficiente, ele simplesmente não irá conseguir despejar toda a sua potência no que realmente queremos no carro - velocidade e/ou torque (força).

Portanto, numa estação de rádio, não adianta ter um rádio moderníssimo ou super potente se ele será ligado a uma antena mal dimensionada, mal instalada ou alimentada com cabo coaxial cheio de perdas.

Nossos rádios hoje em dia estão se tornando cada vez mais sensíveis. Uma antena é simplesmente um objeto que transforma ondas eletromagnéticas em uma corrente que irá circular no cabo coaxial e chegará até o rádio, ou o caminho inverso quando estamos transmitindo. 

Para se ter uma ideia do nível de sinal que eles podem "ouvir", tomemos uma pilha pequena de 1,5V. Pegue esta tensão de 1 volt e meio e divida por 7.500.000, ou SETE bilhões e meio. O resultado é o nível de tensão que teu receptor HF pode receber. Já em VHF, o nível é ainda menor. 

Ora, imagine este sinal incrivelmente fraco sendo captado por uma antena ou cabo coaxial ruim... JAMAIS chegará ao receptor, mas ficará pelo caminho! Para se ter uma ideia, um cabo RG58 em VHF de EXCELENTE qualidade, importado, com apenas 15m de comprimento irá simplesmente MATAR METADE do sinal que é captado pela antena. E o mesmo raciocínio se aplica à transmissão. Dos 50W injetados pelo transmissor em uma ponta, ao final dos 15 metros só restarão 25W. E, repito, estamos falando de cabos importados de fabricantes renomados. O que dizer dos cabos "genéricos" que se vendem barato (ou não...) nas lojas de nossa região?



Na próxima semana falaremos sobre a importância de um bom e adequado CABO COAXIAL, e na seguinte, da ANTENA.

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?


DXpeditions: é preciso ir além do radioamadorismo
Por Ralph Fedor - K0IR
Traduzido por Alisson, PR7GA



O acesso a algumas entidades na lista DXCC foi dificultado pelo comportamento de alguns membros de DXpeditions do passado. Isto não é bom. Por outro lado, se pudermos adicionar um pouco de boas ações e boa vontade a uma DXpedition, poderemos beneficiar aquela determinada região, além de melhorar a imagem que as pessoas têm do radioamadorismo e do DX, e consequentemente isto nos fará com que nos sintamos bem e ainda abrirá caminho para futuras DXpeditions.




Uma oportunidade para colocar esta ideia em prática aconteceu durante o planejamento da DXpedition à Ilha Pitcairn. Pedimos aos moradores para fazer uma lista do que poderíamos fazer por eles, e eles responderam. 


As pessoas que vivem na ilha não estão em situação de pobreza, não estão totalmente isoladas do mundo, ou sem acesso à informação. Mas algumas coisas simples, que todos nós temos acesso, estão em falta por lá simplesmente porque é difícil chegar até aquela ilha. Por exemplo, eles pediram lâminas de cortador de grama e correias, guias para serra de fita e rolamentos, um tanque de combustível para quadriciclo, cortadores de pizza, discos para lixadeiras e corte, e alguns alimentos. 

Também lembramos que há na ilha diversos jovens, entre 2 e 12 anos de idade. Assim, cada membro da equipe contribuiu para a compra de alguns brinquedos, artesanato, jogos e itens educacionais para essas crianças. Tudo isso já está em nosso contêiner a caminho da Ilha Pitcairn.

Temos dito repetidas vezes que queremos que esta DXpedition seja divertida, tanto para nós, quanto para quem fizer contato conosco, quanto para o povo da ilha. E esperamos que a divulgação do que estamos fazendo torne a experiência de fazer contato conosco ainda mais divertida e prazeirosa para todos os radioamadores que conseguirem um QSO com VP6R.

Equipe de DXpedition da Ilha Pitcairn www.pitcairndx.com

OPDX


N. do T.: A Expedição à ilha Pitcairn acontecerá entre 18 de Outubro e 1 de Novembro de 2019.

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?





Escoteiros em AÇÃO!
Por Chefe Roberto Alan, PU7FFX
“ESCOTEIROS EM AÇÃO!” Ano; 01 Nº 06

Matérias:
1. O 39º PB continua com as atividades religiosas do mês de Maio com as novenas nas casas dos fieis da Paróquia Sagrada Família em Campina Grande. Padre Carlinhos conclamou os escoteiros de nossa comunidade para participar neste mês de maio das celebrações em louvor a Virgem Maria. 

Os jovens em conjunto com os chefes escoteiros estão a frente do terço que está sendo efetuado nas casas dos fieis que são familiares de Participantes do Grupo e da Comunidade. Isoo vale também para que eles possam professar sua religiosidade de maneira efetiva com os demais, vendo que nós escoteiros temos nossas obrigações com a fé que professamos.

2. Neste último final de semana, o 39ºPB esteve em atividade de treinamento de chefes escoteiros. Desta vez foi a vez de técnicas verticais onde os chefes tiveram a oportunidade de aprender sobre equipamentos e técnicas e colocar os ensinamentos em prática. 

O sítio de escalada escolhido foi a pedra do marinho no distrito do Marinho de cima em Campina Grande. Participaram deste treinamento 4 grupos escoteiros (39, 9, 51 e 30), onde os chefes participantes saíram bastante satisfeitos com o aprendizado. Estiveram a frente desta atividade os chefes Marco Antonio, Roberto Alan e Fábio Góes.

3. A 3ª Aventura Ciclística Escoteira 39 PB será realizada em um percurso previamente programado pela organização, entre as cidades já citadas. No dia 01/06 será feito o pernoite na sede e saída do passeio será às 5:00 horas da manhã para evitar os males da insolação no retorno. O percurso será feito ao passo de 12km/h, com paradas para hidratação no carro de apoio (que estará atento ao período de 40 minutos de pedalada ou 10 km), alimentação com frutas e observação dos equipamentos que será feita pelos chefes que participarão da atividade bem como por voluntários e pais que estarão auxiliando também no deslocamento desta atividade. 

Todos os participantes serão monitorados para evitar males como DESIDRATAÇÃO e INSOLAÇÃO. Se porventura forrem observados sinais destes males, o participante será acompanhado de perto pelo chefe responsável e retirado da atividade caso seja observado algum risco para sua saúde.

Teremos chefes, pais e voluntários durante todo o percurso, de bicicleta, de moto e de carro em comunicação constante através de radiocomunicação. A atividade se iniciará no sábado onde os participantes demonstrarão conhecimentos no assunto e terão instruções sobre: 

- Pré-requisito: Demonstrar que sabe andar de bicicleta 
- Apresentar as regras de segurança e o Código de Trânsito para ciclistas 
- Saber efetuar reparos e regulagens em sua bicicleta, tais como: encher pneu, tirar e encaixar a roda do garfo dianteiro, trocar câmaras, etc. 
- Apresentar à seção uma palestra ilustrada sobre os equipamentos e acessórios de segurança, bem como sua importância, previstos no código de trânsito. 
Todas as observações acima fazem parte de alguns itens da especialidade de ciclismo. 

Serão disponibilizadas vagas limitadas para jovens de outros grupos escoteiros devido a questões envolvendo protocolos de segurança em atividade escoteira e atividade de ciclismo onde a quantidade dos participantes de jovens e adultos deverão levar em conta esses preceitos com data limite para envio de intenção de participação até o dia 25/05/2019 impreterivelmente. 

O quadro de riscos e mitigação dos mesmos serão postos no 2º Boletim, bem como valores da participação por membro juvenil. Esta atividade é uma aventura que levará, acima de tudo, o espirito de equipe e a superação dos próprios limites dentro de um rigoroso protocolo de execução e segurança, elaborado por chefes que são ciclistas e auxiliado por outros ciclistas, escotistas e não atletas, que estarão comprometidos em oferecer e executar uma aventura aos participantes. 

Chefe Eduardo Ferreira da Silva Souza 
Assistente da Tropa Escoteira 
Membro da Comissão Organizadora 
Contato: 98774-8096


Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?


Como confeccionar seu próprio cartão QSL
Por Lúcio, PP7LP

Após manusear muitos cartões QSL e também fazer algumas pesquisas sobre o assunto, se me permitem, gostaria de dar algumas dicas sobre cartões QSL.

A primeira e mais importante é "Façam e troquem cartões QSL".  Além de ser uma confirmação do QSO, é sempre prazeroso receber cartões de colegas de toda parte do mundo, inclusive de lugares que nunca tínhamos ouvido falar.  Além disso, muitos radioamadores dizem que as esposas e filhos adoram ver os cartões quando eles chegam.  É mais uma forma de "personificar" e divulgar nosso hobby.

O tamanho padrão do cartão QSL é 14 x 09 cm.  Não faça seu cartão maior pois, além dele dificultar o manuseio no bureau de envio, no bureau de recebimento e pelo colega que receber,  ele chegará todo amassado e até rasgado nas bordas.  Isso acontece pois a grande maioria dos cartões respeita essa medida então forma-se um "monte" consistente de cartões uns protegendo os outros e nas bordas, os cartões maiores que são a minoria, acabam dobrando e rasgando.

A gramatura ideal do cartão varia entre 180 e 250g.  Gramatura maior que 250g só irá aumentar o custo de compra dos cartões, ocupar mais espaço e gerar peso desnecessário no envio, aumentando também os custos.  Eu, particularmente, gosto da gramatura 250g.

Ao criar o layout do seu cartão QSL, atrás, juntamente com as informações do destinatário, coloque também seu indicativo de forma visível e fácil de encontrar.  Isso ajuda muito no manuseio dos cartões tanto pelo bureau de envio, o de recebimento e também pelo destinatário.  Eu acho interessante ter o indicativo nos dois lados pois quando o cartão estiver no arquivo do destinatário e ele for mostrar os cartões, não precisará ficar virando o cartão para saber de onde veio.  Colocar o País de origem do cartão nos 2 lados também pode ajudar já que alguns radioamadores podem ainda não saber de onde são os cartões apenas olhando o indicativo e também os cartões podem ser vistos por familiares e amigos do radioamador que não saberão de onde são os cartões.

Finalmente, filie-se à Labre e use o Bureau de envio e recebimento.  Não existe melhor alternativa para este fim considerando o custo benefício.

Filiando-se à Labre não deixe de colocar em sua página no qrz.com que recebe cartões via Bureau.

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?



Concurso BSB VHF começa na próxima semana


Como já havíamos anunciado, já na próxima semana acontecerá em todo o território nacional o Concurso BSB de VHF. É um concurso que reunirá participantes de todo o país em busca de realizarem o maior número de contatos possíveis com outros participantes, à semelhança do Concurso Araucária, que este ano teve participação recorde de estações nordestinas, como noticiamos aqui no QTC.

O concurso terá seu início as 21h da sexta feira, dia 07 de junho, e será encerrado ao meio dia do domingo, 09 de junho. Há varias categorias nas quais os colegas podem participar, como por exemplo, operador único, todos os modos, somente FM, somente SSB, somente CW, operador múltiplo. Todos os contatos devem ser feitos utilizando a banda dos 2 metros, obviamente, SEM o uso de repetidoras, satélites, echolink, etc. Somente contatos diretos, de antena a antena, são válidos.

De acordo com o modo escolhido (FM, SSB ou CW) a organização do concurso sugeriu a utilização de determinados espaços dentro da banda dos 2 metros, como se segue:


Para participar, basta dispor de uma antena externa, se possível, uma direcional, e partir para a "caçada". Ao fazer o contato com uma estação, é necessário que ambos saibam o GRID SQUARE de suas estações, pois esta informação será trocada a cada vez que se conseguir um contato. Para saber o seu GRID, já explicamos detalhadamente aqui no QTC, mas basta instalar em seu celular um aplicativo como o "Grid Square Locator" e este lhe retornará o seu GRID.

De posse do seu GRID, é necessário utilizar um software no computador para registrar os contatos feitos, juntamente com os GRIDS de cada estação contactada, além do horário do contato. O soft mais utilizado é o N1MM. Antes do concurso, aqui na ECRA estaremos prontos para ajudar aos colegas a configurar o soft, que é de uso bastante simples.

Ao final do concurso, atente para o fato de que o registro dos contatos deve ser enviado para a organização do concurso em até 5 dias, do contrário, será desclassificado. Ele deve ser enviado por email, no formato CABRILLO, que é o padrão para concursos. Mas não se preocupe, o próprio soft N1MM gera o arquivo a ser enviado.

Vamos participar! Nos vemos no concurso.

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?















Passemos agora à segunda fase deste QTC, facultando e ouvindo as opiniões e comentários dos companheiros ouvintes sobre este Boletim informativo. Lembrem-se, Radioamadorismo não é apenas mais um hobby, mas sim um verdadeiro "passatempo científico".




Agradecemos aos ouvintes, em especial aos radioamadores, aos PX’s, corujas e à escuta oficial da ANATEL e da LABRE, que nos acompanharam durante a transmissão deste Boletim Informativo.



Deixaremos a freqüência livre, prometendo retornar na próxima semana, neste mesmo horário. BOA NOITE!

                                                                                                 
BOA NOITE



COLEGAS OUVINTES E PARTICIPANTES

QRA
NOME
QTH
QRA
NOME
QTH















Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!