Você já ouviu falar da RENER?



Não estamos falando da famosa loja de departamentos que se escreve com dois “N”. Falamos da RENER com um “N”, sigla que significa Rede Nacional de Emergência de Radioamadores.



Ao longo da história da radiocomunicação, as ações de auxílio e de solidariedade por parte dos radioamadores se tornou uma tradição e a base do espírito do radioamadorismo.



Quando situações de emergência acontecem, na sua grande maioria, um dos pontos fracos tem sido a manutenção das comunicações. Cientes disto, e do alto grau de envolvimento, dedicação e competências dos radioamadores, os diversos países do mundo buscam apoio para esta questão na formação de "grupos" de "rádio-emergência".



Assim, além de desenvolver o radioamadorismo como um "hobby" realizando contados diários com diversas estações nacionais e internacionais, atuamos também como UTILIDADE PÚBLICA em diversas ocasiões, tais como:



·       Auxilio a colegas radioamadores viajantes que necessitam de apoio e/ou informações sobre rodovia, hospitais, telefones, comunicação, socorro ao veículo e a familiares etc.;

·       Apoio em caso de emergência aos órgãos públicos de segurança pública, policiais, bombeiros e outros;

·       Intermediação para suprir necessidades da comunidade, principalmente, procura de medicamentos e pessoas em outras localidades ou países; e

·       Apoio e colaboração voluntária com o Ministério de Estado da Integração Nacional, através da RENER.



Assim, é criada a RENER pela Portaria Nº 302, de 24 de outubro de 2001, e é norteada pelo Manual de Procedimento – RENER, que especifica as principais obrigações dos radioamadores junto a DEFESA CIVIL - DC no nível Nacional (RENER), Estadual (REER) e Municipal (COMDEC).



O referido Manual de Procedimentos foi elaborado de acordo a “Norma de Ativação e Execução dos Serviços” a serem prestados pela RENER. Destina-se aos radioamadores cadastrados na RENER e a todos os outros que se interessem em atividades ligadas à Defesa Civil.



Os objetivos da RENER atendem o que segue:



·       Prover ou suplementar as comunicações em território brasileiro, quando os meios normais forem insuficientes, ineficazes ou impedido para operação na ocorrência de desastre, situação de emergência ou estado de calamidade pública;

·       Promover a capacitação de seus integrantes preparando-os para atuar em uma emergência;

·       Promover a união e coordenação das distintas entidades que operam durante uma emergência;

·       Servir à comunidade; e

·       Salvar vidas.



Para saber mais sobre a RENER, visite o site da DEFESA CIVIL NACIONAL.



Para cadastrar-se junto ao Governo Federal para integrar a RENER, acesse o site





Fonte: LABRE-RJ
Adaptado por PR7GA

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!