O radioamadorismo brasileiro recebeu um destaque inédito na semana passada. Na noite de quinta feira, como habitualmente tem feito, o presidente da República fez uma transmissão ao vivo no Facebook aonde tratou de assuntos do governo. Logo no início da transmissão, enquanto falava acerca da desburocratização, o presidente citou o radioamadorismo.

Em cerca de um minuto, ele contou que encontrou-se com o Ministro Marcos Pontes e falou sobre uma cobrança que há muito os radioamadores brasileiros reclamam, que é a taxa fixa cobrada pela Anatel pela homologação de seus rádios, cujo valor é de R$200,00 por equipamento. Segundo ele, esta taxa é absurda e, sem dar mais detalhes, continuou a sua fala. Veja o trecho da live no vídeo abaixo:




Foi uma surpresa sem tamanho. O radioamadorismo, em peso, por meio das redes sociais, comemorou o aceno dado pelo presidente. Nos grupos de facebook e whatsapp, além de postagens no instagram, os radioamadores festejavam algo poucas vezes visto, especialmente nos últimos anos.

Já no domingo, a coisa explodiu. Pela manhã, o próprio presidente anunciou em seus perfis no Facebook, Instagram e Twitter que a taxa de 200 reais seria extinta a partir de outubro:



Pouco antes, o ministro Marcos Pontes publicou um vídeo anunciando a medida. Veja clicando aquiFoi o suficiente para o radioamadorismo brasileiro ir ao delírio. Não somente a taxa de 200 foi embora, mas o ministro exaltou o radioamadorismo e convidou, mais uma vez, a contribuirmos com o futuro do país por meio da educação.

Enfatizamos que este convite, reiterado agora, é algo inédito, vindo deste nível administrativo do governo federal. Não temos lembrança de algo parecido que tenha ocorrido no passado, a curto ou longo prazo. Veja o trecho do vídeo onde ele fala isso:





Entendemos que uma oportunidade única foi dada a nós, e isto requer uma resposta à altura da responsabilidade e gravidade do convite. Deixaremos uma pergunta no ar:

Qual a resposta que o radioamadorismo brasileiro dará? Com o quê o radioamadorismo pode contribuir para o futuro da educação no Brasil?

Com a palavra, todos nós.

Temos notícias de vários colegas e associações que de alguma forma têm desenvolvido trabalhos voluntários de auxílio e fomento da educação, com muito sucesso. A própria ECRA desenvolveu durante muitos anos um programa de capacitação para jovens por meio de cursos técnicos de eletrônica e informática. Porém, quantos outros colegas atuam, anonimamente, mas incansavelmente, trabalhando e unindo radioamadorismo e educação?

Com tudo isso, teríamos algo pronto, um projeto viável para apresentarmos ao ministro no curto prazo? 

O QTC da ECRA não sabe, mas gostaria de saber. Se você, colega radioamador ou associação de radioamadores, mantém ou já manteve algum projeto ligando o radioamadorismo ao ensino fundamental ou médio, fale pra gente! Precisamos ter esta informação para, caso necessário, apresentarmos como soluções viáveis. 

Semana passada, inclusive, reproduzimos um texto do colega Paulo Leite, PV8DX, que foi publicado pela Labre Roraima, que por sinal desenvolve um trabalho fantástico de utilização do radioamadorismo em sala de aula como auxílio e ferramenta prática para o ensino especialmente de física e geografia, dentre outras matérias. Clique aqui para ler.

Envie-nos notícias sobre seu projeto! Publicaremos neste espaço com muito gosto! O endereço é

QTCECRA@GMAIL.COM

Aguardamos e agradecemos o contato!

1 Comentários

  1. Ficou o recado! Promover atividaees junto às escolas, dar um retorno à sociedade!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!