QTC INTEGRAÇÃO – 28ª ed./2018

Em 03/10/2018


Neste momento entra no ar a estação PR7CP – CLUBE DE RADIOAMADORES DE CAMPINA GRANDE, na transmissão de seu informativo QTC JUNTOS SOMOS MAIS, edição Nº 28 de 2018. Hoje, 03 de Outubro de 2018.

Pedimos aos nobres colegas que deixem a frequência livre por alguns minutos, a fim de que possamos fornecer algumas informações de interesse daqueles que têm no radioamadorismo o seu principal hobby.

O CRCG transmite o seu informativo QTC JUNTOS SOMOS MAIS, semanalmente às quartas feiras às 19h para toda a Paraíba e estados vizinhos através dos repetidores que integram o Sistema Paraibano de VHF do CRCG, nas frequências: 145.330 Mhz, 147.150Mhz e 147.390Mhz, e em UHF para toda a Região Metropolitana do Recife pela repetidora 439.100KHz. Ouça tambem o QTC simultaneamente na faixa dos 40m, na frequência de 7.060KHz e também via REMOTE HAMS, através da estação de nosso colega Cézar, PU7ERA. Estamos também transmitindo AO VIVO pelo Facebook no endereço QTCAOVIVO.ECRA.CLUB.

Acesse o blog do QTC ECRA e leia na íntegra nossos QTCs, além de notícias sobre nosso Hobby. O endereço é QTC.ECRA.CLUB.
Com vocês na leitura do nosso informativo, Alisson Teles, titular de PR7GA.

LEMBRE-SE! O sistema de VHF da ECRA precisa de manutenção. Faça a sua parte colaborando voluntariamente! Para contribuir, basta entrar em contato com qualquer membro da diretoria da ECRA, ou com o colega Remígio, PY7BYP.

Memorize no seu rádio a FNC, a Freqüência Nacional de Chamada, para contatos de emergência e outros. FM SIMPLEX: 146.520 MHz.

Saudações aos ouvintes, em especial aos radioamadores, aos PX’s, corujas e à escuta oficial da ANATEL e da LABRE, que nos acompanham durante a transmissão deste Boletim Informativo. Durante esta transmissão, abriremos espaço para a ANOTAÇÃO dos colegas ouvintes e no final, facultaremos a palavra para todos os que desejarem fazer uso da mesma. Algum colega na escuta para anotação de seu indicativo?

MANCHETES DE HOJE DO QTC ECRA – 03/10
QTCAOVIVO.ECRA.CLUB

·       FALANDO DE ÉTICA E TÉCNICA OPERACIONAIS
·       FETECRA 2018: UM TOTAL SUCESSO!!!!!
·       QUE TAL CONSTRUIR UMA ANTENA FEITA DE TINTA?
·       NOTÍCIAS DO SERTAO COM PY7BYP
·       PALAVRA DO PRESIDENTE COM PR7TT
·       RADIOAMADORES VOLUNTÁRIOS AJUDAM A RECONECTAR A INDONÉSIA ATINGIDA PELO TERREMOTO COM O RESTO DO MUNDO
·       VEM AÍ O JAMBOREE NO AR – JOTA 2018  
·       UMA INTRODUÇÃO AO SISTEMA REMOTE HAMS – OUÇA E OPERE SUA PRÓPRIA ESTAÇÃO DE QUALQUER LUGAR DO MUNDO




Falando de ÉTICA e TÉCNICA OPERACIONAIS

4. Identificar uma estação com “BOA TARDE”, “BOM DIA”, “ESTOU CHEGANDO AÍ?”, “OPORTUNIDADE”, etc., não são formas aceitáveis de identificação. Sempre provocam um retorno inútil de câmbio, que poderia ser evitado, por exemplo: “BOM DIA DE QUEM”, “QUEM CHAMOU?”, “OPORTUNIDADE PARA QUEM?” e por aí afora.


FETECRA 2018: Um total sucesso!!!!!

Numa festa que contou com caravanas representando os Estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Sergipe, aconteceu no último domingo, na sede da ECRA – Escola e Casa de Radioamadores de Campina Grande, a FETECRA-2018, festa essa que vinha sendo aspirada há muito por todos que tem no radioamadorismo seu principal hobby.

Segundo o presidente da entidade, jornalista João Barros – PR7TT, a festa que vinha sendo cobrada insistentemente pelos radioamadores de todo o Nordeste, foi sem sobra de dúvidas uma das maiores já realizadas pela ECRA, reunindo aproximadamente 200 pessoas vindas das mais diferentes cidades do Nordeste.

O encontro foi iniciado precisamente às sete horas com a recepção às primeiras comitivas recém chegadas, seguindo-se do tradicional café da manhã, credenciamento dos visitantes e logo após o hasteamento do Pavilhão Nacional e bandeiras da Paraiba e da ECRA. Às 10 horas foi feita uma homenagem com entrega de placas aos sócios fundadores José Morais e Pedro Feitosa falecidos recentemente, que na oportunidade eram representados por seus familiares, tendo também sido lembrado o nome do saudoso associado também falecido, Gabmar Cavalcanti representado por sua esposa Kátia Virginia e seus filhos Alisson Teles Cavalcanti PR7GA e Sheyla Teles Cavalcanti.

Ainda foram lembrados e homenageados os ex-presidentes Adeval Chagas e Francisco Chaves, que tiveram seus nomes apostos em duas salas da entidade, numa prova de reconhecimento aos relevantes serviços que ambos fizeram pelo desenvolvimento do radioamadorismo em toda cidade. Concluídas as homenagens, passou-se ao sorteio de mais de vinte prêmios entre os participantes e em seguida foi servido um laudo almoço aos presentes.

Enquanto isso, a concorrida Feirinha de Eletroca fazia brilhar os olhos dos presentes. Vários colegas trouxeram seus artigos para negociar na FETECRA, que iam desde conectores e cabos coaxiais, passando por fontes de alimentação, antenas para as mais diversas faixas, acopladores de antena, instrumentos de medição, receptores e transceptores e até rádios moderníssimos como o IC-7300, lançado há relativamente pouco tempo pela ICOM. A todo momento se via colegas saindo satisfeitos com um novo dispositivo debaixo do braço para equipar as suas estações. O espaço ficou pequeno!

Dentro da FETECRA, também se reuniram colegas amantes da telegrafia no 2º Encontro de Cedablistas do Nordeste. Numa das tendas armadas na sede da ECRA, eles reviveram os tempos em que operavam estações de companhias estatais e privadas, e exibiram seus companheiros de trabalho na época da telegrafia profissional, e agora, de QSOs nas faixas de amadores: as chaves telegráficas, chamadas de "pica-pau" e outras. Ao mesmo tempo, recebiam novos colegas que também se apaixonaram pelo CW.

João Barros não escondia o seu contentamento pelo êxito da festa, tendo feito questão de sair agradecendo pessoalmente a todos os visitantes que atenderam ao seu convite, ao mesmo tempo em que dividiu o sucesso do evento com a atual diretoria que não mediu esforços em ajudar na organização da FETECRA, bem como alguns voluntários que fizeram questão de também se engajar ao trabalho a exemplo do grupo de escoteiros ali instalado, patrocinadores, esposas dos diretores que se encarregaram de preparar e servir as refeições. Um agradecimento todo especial foi feito ao representante da ECRA na região do Pajeú pernambucano e Sertão da Paraíba, Reginaldo Remígio - PY7BYP, o qual colaborou bastante com a divulgação do evento através da Rodada Amigos do Sertão.

Por fim, estendeu os agradecimentos a todos os colegas de Campina Grande e cidades vizinhas, que também vestiram a camisa para que a festa alcançasse o êxito desejado, elogio este que foi estendido também a direção da Labre Paraiba representada pelo seu presidente Maribondo – PR7CC, ao vice-presidente Júnior PR7AB, o ex-presidente e atual diretor Honório PR7HR e ao Delegado da Labre em Pernambuco, Nascimento PY7JN.

Além da Labre, diversas outras associações também enviaram representantes, a exemplo da ARASP de Patos (Associação de Radioamadores do Sertão da Paraíba), CORFACI-PB (Clube de Operadores de Rádio da Faixa do Cidadão da Paraíba), Grupo Guará de DX (Guarabira), ERAS de Cajazeiras (Escola de Radioamadores do Alto Sertão), Grupo Dinossauro de Rádio Emissão de Souza, e CRASE, Clube do Radioamador do Seridó, de Caicó, RN.

A todos, indistintamente, fica nosso agradecimento pela participação. Até a FETECRA 2019!

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?

Que tal construir uma antena feita de tinta?

Pesquisadores da Faculdade de Engenharia da Universidade Drexel nos Estados Unidos divulgaram um avanço na tecnologia de nanomateriais que promete tornar a construção de uma antena tão fácil quanto aplicar protetor solar ou repelente de insetos. A descoberta poderia viabilizar o desenvolvimento de antenas “vestíveis” e invisíveis que poderiam ser utilizadas na próxima geração da Internet das coisas (IoT), e até mesmo ter aplicações no radioamadorismo.

“A capacidade de pulverizar uma antena em um substrato flexível ou torná-lo transparente visualmente significa que poderíamos ter muitos lugares novos para configurar redes”, disse o diretor de laboratório e professor de engenharia do Drexel Wireless Systems, Kapil Dandekar, co-autor do estudo. pesquisa publicada recentemente na Science Advances .

"Esta tecnologia pode permitir a integração verdadeiramente perfeita de antenas com objetos do cotidiano, o que será crítico para a Internet emergente das coisas", disse Dandekar.

Em seu artigo, Dandekar e seus colegas expuseram um método para pulverizar antenas extremamente finas feitas de um tipo de material metálico bidimensional chamado MXene - um material condutor de carboneto de titânio - que pode ser dissolvido em água para criar uma tinta. Eles disseram que a condutividade excepcional do material permite que ele seja empregado como um irradiante de RF mesmo quando aplicado em um revestimento muito fino e quase invisível. As antenas MXene funcionam tão bem quanto as que estão sendo usadas em dispositivos móveis, roteadores sem fio e outros dispositivos, disseram os pesquisadores da Drexel. Além disso, os materiais MXene mostraram ser 50 vezes melhores que o grafeno e 300 vezes melhores que as antenas de tinta de prata, tendo em vista a preservação da qualidade de transmissão de RF.

"Os atuais métodos de fabricação de metais não conseguem fazer antenas suficientemente finas e aplicáveis ​​a qualquer superfície, apesar de décadas de pesquisa e desenvolvimento para melhorar o desempenho de antenas de metal", disse Yury Gogotsi, diretor do Instituto de Nanomateriais AJ Drexel, que iniciou e liderou o projeto. “Estávamos à procura de nanomateriais bidimensionais, que têm uma espessura cerca de 100.000 vezes mais fina que um cabelo humano; apenas alguns átomos de diâmetro, e pode se auto-montar em filmes condutores após a deposição em qualquer superfície. Por isso, selecionamos o MXene como candidato a antenas ultrafinas ”.

“A antena do MXene não superou apenas o macro e micro mundo das antenas de metal. Nnós fomos além do desempenho das antenas de nanomateriais disponíveis, mantendo a espessura da antena muito pequena”, disse Babak Anasori, professor assistente de pesquisa no Instituto de Nanomateriais AJ Drexel. “A antena mais fina tinha apenas 62 nanômetros - cerca de mil vezes mais fina que uma folha de papel - e era quase transparente”.

Ao contrário dos métodos existentes de fabricação de nanomateriais, que exigem várias etapas, as antenas de spray da equipe de pesquisa da Drexel podem ser fabricadas em uma única etapa, com aerógrafo pulverizando o material Mxene em forma de tinta à base de água, disse Anasori.

http://www.arrl.org/news/spray-on-antennas-could-be-the-wave-of-the-future-university-researchers-believec

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?


NOTÍCIAS DO SERTAO COM PY7BYP

PALAVRA DO PRESIDENTE COM PR7TT


Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?

Radioamadores voluntários ajudam a reconectar a Indonésia atingida pelo terremoto    com o resto do mundo

Após um terremoto devastador de 7,7 graus de magnitude e um tsunami em Sulawesi Central, na Indonésia, em 28 de setembro, radioamadores membros da associação de radioamadores da Indonésia e outros voluntários têm fornecido comunicação de emergência tanto para a sociedade quanto o governo indonésio. O terremoto e o tsunami destruíram a cidade de Palu, cortando completamente as conexões de energia e telefone, bem como a infra-estrutura de comunicação celular.

O novo Coordenador de Comunicação em Desastres da Região 3 da IARU, Dani Halim, YB2TJV, disse que os radioamadores da Indonésia responderam imediatamente ao desastre, estabelecendo uma rede de emergência em 7.110 MHz. Radioamadores de outras regiões também participaram para apoiar a comunicação de emergência em 7.110 MHz e 7.065 MHz. A associação de radioamadores da Indonésia pediu que os demais colegas não envolvidos nas comunicações de emergência evitem essas frequências. Eles também disponibilizaram o satélite LAPAN-OARI IO-86 como um segundo canal de comunicação. Alguns radioamadores com estações móveis viajaram para a região afetada para ajudar.

Na Ilha de Java, o colega Ronny Korompot, YB8PR, foi um dos primeiros a ser contatado. Através de sua estação móvel, ele relatou as condições na região e ajudou no auxílio às vítimas, incluindo as evacuações. Sutrisno Sofingi, YB8NT, também foi ouvido em 7.110 MHz usando uma estação de emergência que ele montou no local do desastre. Ele disse que esta rede de radioamadores era a única forma de comunicação disponível com o mundo exterior.

O radioamadorismo também auxiliou as agências do governo após graves danos à infra-estrutura de telecomunicações. Colegas operando em 2 metros estavam comunicando informações sobre quais estradas estavam abertas para permitir o tráfego do lado de fora.
Halim informou que a comunicação foi estabelecida a partir da Agência de Gerenciamento de Desastres de Luwuk, a cerca de 430 milhas do epicentro do terremoto, para obter informações sobre deslizamentos de terra e estradas e rodovias bloqueadas.

Salmin Sahidin, YB8IBD, no sudeste de Sulawesi, tem feito uma transmissão de áudio ao vivo das operações em 7.110 MHz através de sua página no Facebook.
O terremoto e o tsunami subsequente já custaram mais de 1000 vidas e causaram devastação generalizada. Algumas vítimas foram encontradas presas nos escombros. A Agência Nacional de Mitigação de Desastres da Indonésia disse à imprensa que, além da comunicação, há grande demanda por equipamento pesado para operações de resgate.

http://www.arrl.org/news/amateur-radio-volunteers-in-indonesia-link-earthquake-zone-with-outside-world

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?

Vem aí o JAMBOREE NO AR – JOTA 2018

O Jamboree-On-The-Air / JOTA - é a maior atividade escoteira mundial, de caráter anual. Ele acontece sempre no terceiro final de semana cheio de outubro, das 00h00 UTC* de sábado até 24h00 UTC de domingo. O objetivo do JOTA é colocar em contato os membros do Movimento Escoteiro e Bandeirante em todo o mundo, através de estações de radioamador. O JOTA oferece oportunidade para que os jovens conheçam e utilizem a radiocomunicação, incrementando o Programa Educativo da UEB. Como atividade de Radioescotismo, o JOTA concorre diretamente para a formação de novos radioamadores nas Unidades Escoteiras Locais. É importante lembrar que o JOTA não é uma competição! É um grande jogo educativo, com a participação de Escoteiros e Radioamadores do Brasil e do mundo!
Os Radioamadores são nossos principais colaboradores, pois somente com sua participação podemos desenvolver essa maravilhosa atividade. Podem participar os Radioamadores ou Grupos de Radioamadores licenciados, com a presença de um ou mais membros do Movimento Escoteiro ou Bandeirante. Patrulheiros da Rodada Sempre Alerta ou da Patrulha BP poderão participar sem a presença de escoteiros, mas devem buscar essa presença. Radioamadores podem partilhar estações, contanto que cada um, obrigatoriamente, confirme pessoalmente seus contatos. As estações participantes do JOTA, para facilitarem a troca de QSLs, deverão estar cadastradas no site www.qrz.com. As estações deverão chamar CQ Jamboree em fonia e CQ JAM em telegrafia ou modos digitais. Para Echolink, sugerimos colocar JOTA no setup - Location/Description.
Durante o JOTA, não deverão ser trocadas pontuações das estações, apenas QSOs com oportunidades para que os jovens falem através do rádio/Echolink. No Relatório da Estação deverão ser anotadas todas as características da estação e as pontuações complementares, para o trabalho de apuração do JOTA. Poderão ser realizados em todas as faixas de radioamadores e em todos os modos disponíveis: Fonia, Telegrafia, Digital e Echolink;

A ECRA já está em contato com os grupos escoteiros de Campina Grande para auxiliá-los no que for necessário para a sua participação. Que venha o JOTA/JOTI 2018!

Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.  Algum colega na escuta no momento para anotação de seu indicativo?

Uma introdução ao sistema Remote Hams – ouça e opere sua própria estação de qualquer lugar do mundo

Imagine o seguinte cenário. Você sai com a família de férias. Prepara toda a parafernália de roupas, cadeiras de para, protetor solar, a farofa e a galinha. Está lá, sentado na beira da piscina ou da praia, e depois de degustar uma deliciosa peixada, bate uma saudade do rádio. Aí, você pega seu celular, abre um aplicativo, e já começa a ouvir os 40m, ou os 2m.
Aperta num canto da tela, e começa a conversar com os amigos, ou chamar CQ em telegrafia.

Parece ficção científica? Pois esta estória é perfeitamente possível hoje, e você não precisa ser um prêmio nobel de computação ou ter tanto dinheiro quanto Bill Gates pra poder ter um sistema assim. Basta utilizar um sistema de rádio remoto, e hoje daremos uma explicação básica sobre como o sistema funciona, uma maneira simples de entrar no ar usando apenas um computador pessoal (PC), smartphone Android ou tablet.

Existem três tipos de sistemas de rádio remotos. O primeiro tipo não utiliza um computador, mas uma “caixinha” que faz a conexão do rádio à internet. O segundo tipo é uma estação remota que usa um computador com software para controlar o rádio e conectar à Internet. O terceiro tipo usa um computador apenas para enviar e receber áudio entre o rádio e o computador. Para se conectar ao sistema, em qualquer um dos casos, basta um computador, um celular ou um tablet android rodando um aplicativo chamado de “cliente”. Desta forma, quem se conecta ao sistema (o “cliente”) pode usar quaisquer sistemas do rádio (que é o “servidor”), como rotores de antena, amplificadores lineares, chaves de antena e CW e controlar todas as funções disponíveis do rádio.

Para quem quiser conhecer o sistema, é muito fácil. Basta se cadastrar no site do criador. Para isso, por questões de segurança, eles exigem o envio de uma foto da licença da estação pra que eles verifiquem que você é realmente o operador da estação que está querendo cadastrar, e isso mostra a segurança do sistema. Em seguida, é só baixar o programinha no computador ou adquirir o aplicativo na loja Google Play do celular, fazer algumas pequenas configurações iniciais e começar a corujar inúmeras estações ao redor do mundo. Ao conectar, você tem a tela do rádio da estação diante de você, e pode-se mexer à vontade na parte de recepção. Eu posso, por exemplo, conectar a uma estação russa e ouvir o rádio do colega do conforto de minha poltrona. Isso, para RX. Normalmente, os colegas restringem a operação de TX em suas estações, mas frequentemente basta solicitar diretamente a eles, e a operação de TX fica liberada, especialmente entre estações brasileiras.

E quanto à segurança? Bem, basicamente todas as conexões ficam registradas. Além disso, como dissemos, é necessário enviar cópia da licença, então não veremos clandestinos operando o sistema. Então, por exemplo, se o PU7EXL tentar se conectar à minha estação e tentar operar em 20m, eu ficarei sabendo. Tudo fica registrado, e em caso de algum usuário tentar fazer o que não deve ou não pode, eu posso bloqueá-lo.

Para começar no mundo da operação remota, estaremos disponibilizando em nossa página dois vídeos produzidos pelo Billy PY2LCD que explicam passo a passo como baixar, se cadastrar e instalar o programa no computador, tanto para operar outras estações (como “cliente) quanto para colocar sua própria estação no ar (como ‘servidor). Acessem esta matéria no nosso blog para mais detalhes: http://qtc.ecra.club

Como instalar e configurar o cliente:

Como instalar e configurar o servidor:



    Passemos agora à segunda fase deste QTC, facultando e ouvindo as opiniões e comentários dos companheiros ouvintes sobre este Boletim informativo.



    Lembrem-se, Radioamadorismo não é apenas mais um hobby, mas sim um verdadeiro "passatempo científico".



Esta é a estação PR7CP, Clube de Radioamadores de Campina Grande, PB, na transmissão de seu QTC informativo semanal. Fale conosco através do email qtcecra@gmail.com e envie notícias, sugestões e tire todas as suas dúvidas.



Agradecemos aos ouvintes, em especial aos radioamadores, aos PX’s, corujas e à escuta oficial da ANATEL e da LABRE, que nos acompanharam durante a transmissão deste Boletim Informativo.



Deixaremos a freqüência livre, prometendo retornar na próxima quarta, neste mesmo horário. BOA NOITE!






COLEGAS OUVINTES E PARTICIPANTES

QRA
NOME
QTH
QRA
NOME
QTH


Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!