Por Alisson, PR7GA


A Conferência Mundial de Radiocomunicação de 2019 foi aberta oficialmente nesta segunda, dia 28/10/2019, em Sharm el-Sheikh, no Egito. O encontro, que tem a duração esperada de quatro semanas, terá a participação de três mil delegados vindos da maior parte dos países do mundo que discutirão e eventualmente aprovarão mudanças no Regulamento de Rádio da UIT.

A IARU e suas sociedades-membro estarão lá com uma equipe de 14 pessoas de 10 nacionalidades diferentes, representando os radioamadores de todo o mundo. Dentre elas, representando o Brasil, a LABRE e os radioamadores brasileiros, está o colega Flávio Archangelo, PY2ZX. Já na semana passada, Flávio já envidou esforços, juntamente com vários outros representantes de outras nações, para que seja encarada com muito maior atenção a questão do ruído presente no espectro de radiofrequências que é provocado de forma não intencional por dispositivos eletrônicos. Aliás, a atuação do Flávio como membro da equipe da IARU nos encontros da CITEL e da ITU mereceu destaque em um informe postado pelo secretário da IARU, David Sumner K1ZZ.

Embora a questão levantada pelo Flávio tenha causado boa impressão, ela também provocou uma discussão longa e complexa. No final, a questão do ruído não foi adotada completamente, mas será desenvolvida e discutida com base em partes da contribuição brasileira durante o próximo ciclo de estudos de 2019-2023.

Dentre os diversos assuntos a serem abordados na conferência WRC-19, podemos destacar os seguintes itens que são de interesse da IARU e dos radioamadores:

• Item 1.1 - alocação da faixa entre 50 a 54 MHz na região 1 ao radioamadorismo. Hoje, os países da Região 1, que engloba Europa, Ásia e África só podem utilizar metade da banda de 6 metros;

• Item 1.13 - atenção à nova faixa de telecomunicações móveis a nível internacional, que potencialmente pode impactar a faixa de radioamador em torno de 47 GHz;

• Item 1.16 - potencial impacto na faixa de radioamador de 5 GHz;

• Item 9.1.6 - cautela e atenção no âmbito de transmissão de energia sem fio, em que os harmônicos emanados dos sistemas de alta potência podem afetar o espectro de rádio nas faixas de ondas médias e HF;

• Item 10 - futuros itens da agenda da próxima conferência, a WRC-23, que podem impactar os radioamadores, incluindo a faixa de 1240 a 1300 MHz.

Esta conferência é o ápice de quatro anos de trabalho da IARU na UIT e em organizações regionais de telecomunicações para proteger e aprimorar as alocações de frequência destinadas aos radioamadores. A equipe da IARU estará a postos para atualizar as notícias à medida em que a conferência acontece.

O WRC tem uma agenda bem ampla, na qual os assuntos relativos ao radioamadorismo são apenas uma pequena parte. Para mais informações sobre a WRC, visite




Receba em seu celular e em primeira mão as notícias publicadas no QTC da ECRA!

Se você usa Whatsapp, acesse ZAP.ECRA.CLUB
Se você usa Telegram, acesse TELEGRAM.ECRA.CLUB

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

SIGA O QTC DA ECRA NO INSTAGRAM!